Rede dos Povos Indígenas

A Rede de Povos Indígenas Slow Food protege os direitos e as tradições dos povos indígenas em reconhecimento ao seu papel como guardiões da biodiversidade.

As comunidades indígenas sentem na pele o que é a invasão territorial, a erosão cultural e a marginalização econômica. Como defensores da diversidade, não podemos ficar parados observando. É por isso que o Slow Food oferece aos povos indígenas uma plataforma para que suas vozes sejam ouvidas. Mais de 700 produtos indígenas já foram embarcados na Arca do Gosto e mais de 50 Fortalezas Slow Food são administradas por comunidades indígenas. Vários chefs indígenas também são participantes ativos da Aliança de Cozinheiros Slow Food.

  • Principais Goobjetivosls

    A Rede de Povos Indígenas Slow Food (SFIPsN) surgiu do Terra Madre e incorpora sua visão de trazer as vozes indígenas para o centro do debate alimentar e cultural. Ela conecta comunidades indígenas em todo o mundo, bem como parceiros e organizações que incentivam a participação formal dos povos indígenas no movimento Slow Food, enquanto desenvolvem e fortalecem suas redes locais e globais.

    Os principais objetivos da rede são os seguintes:

    1. Mobilizar os defensores dos sistemas alimentares dos povos indígenas. O nosso objetivo principal é recrutar e envolver um número cada vez maior de indivíduos e comunidades na defesa dos sistemas alimentares indígenas.
    2. Cultivar sistemas de suporte para possibilitar o crescimento da rede. A rede tem o compromisso de desenvolver sistemas de apoio para permitir o crescimento da rede como um centro de ideias de projetos, recursos e contatos para os defensores. Isso envolve a criação de plataformas e ferramentas que facilitem a troca de informações e a colaboração entre os membros da rede.
    3. Aumentar a conscientização pública sobre os direitos indígenas e seus sistemas alimentares. A rede procura aumentar a conscientização pública sobre os direitos indígenas e a importância dos sistemas alimentares tradicionais. O objetivo é promover a compreensão e o apoio às causas dos povos indígenas e seus singulares sistemas alimentares.

    Conforme afirma a Declaração de Shillong, a Rede dos Povos Indígenas apela as comunidades a aumentar o consumo de alimentos locais, mantendo assim a saúde e a segurança nutricional das pessoas, e inspira os chefs a usar plantas e raças de animais nativas para preparar refeições gourmet que possam educar os consumidores.

    A rede também defende que os povos indígenas tenham permissão para continuar como guardiões de suas terras nativas, para que possam mantê-las, bem como a grande variedade de sementes, raças de animais, peixes, abelhas e outros organismos vivos que estão sob sua tutela.

  • O que fazemos

  • O que você pode fazer

    A Rede de Povos Indígenas Slow Food oferece um espaço acolhedor e inclusivo para todos os povos indígenas, comunidades afrodescendentes ou indivíduos que queiram defender seu patrimônio alimentar, língua e cultura diante das ameaças que os colocam em risco.

    Veja como você pode apoiá-la.

Our Global Network

Filter by

Contate-nos

Entrar em contato

Você tem alguma pergunta ou comentário para nossa equipe? Não hesite em entrar em contato!

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Full name
Privacy Policy