Convivium (plural convivia)

– Um núcleo local do Slow Food. Presentes no mundo inteiro, os convivia Slow Food organizam eventos e atividades em nível local: simples jantares e degustações, onde os associados se reúnem para compartilhar o prazer diário do alimento; visitas a produtores e fazendas locais; palestras e debates; festivais de cinema e cursos de educação do gosto para adultos e crianças. Os Convivia são a espinha dorsal do Slow Food, e existem graças a seus associados, que oferecem voluntariamente seu tempo e energia.

Líder de convivium

– O líder eleito de um convivium.

Ecogastronomia

– Um reconhecimento das fortes ligações entre o prato e o planeta, e do fato que as nossas escolhas alimentares podem ter um impacto sobre a saúde do meio ambiente e da sociedade.

Comunidades do alimento

– Um grupo de produtores de pequena escala e outros, unidos pela produção de um alimento específico, com um forte vínculo com uma determinada área geográfica. Os membros de uma comunidade do alimento são envolvidos na produção, sustentável e de pequena escala, de produtos de qualidade. Cunhado em 2004 durante o primeiro encontro do Terra Madre, o termo reflete uma nova ideia de economia local baseada em: alimentos, agricultura, tradição e cultura.

Bom, limpo e justo

– Os três pilares da filosofia e da produção alimentar do Slow Food:

  • BOM: uma dieta sazonal fresca e saborosa, capaz de satisfazer os sentidos e que seja parte da nossa cultura local;
  • LIMPO: produção e consumo de alimentos respeitando o meio ambiente, o bem-estar animal e a saúde humana;
  • JUSTO: preços acessíveis para os consumidores e condições e pagamentos justos para os produtores de pequena escala.

Comunidade Slow Food

A comunidade Slow Food é um grupo de pessoas que compartilham os valores do movimento internacional Slow Food (reiterados na Declaração de Chengdu) a partir de seu princípio básico: que o alimento bom, limpo e justo é um direito de todos e que, enquanto houver uma única pessoa no planeta sem acesso a esse alimento, o Slow Food não abandonará a luta para garantir esse direito. Formada por no mínimo dez pessoas (o número poderá variar conforme o território), a comunidade representa o núcleo de base da rede Slow Food, como hoje também representam os Convívios. É formada com um propósito específico (por exemplo: a preservação e valorização de um alimento local, a criação de uma horta ou ainda a criação de um projeto educacional, etc.) ligado aos objetivos gerais do Slow Food e atua numa determinada região, dialogando com o resto da rede local e regional. Ao mesmo tempo, compromete-se para tornar a rede internacional ainda mais forte, suportando-a de várias formas.

Educação do gosto

Abordagem do Slow Food de educação alimentar, despertando e treinando os sentidos, e estudando todos os aspetos do alimento e de sua produção.

  • Did you learn something new from this page?
  • yes   no