Nossas escolhas coletivas podem afetar a forma dos alimentos serem cultivados e produzidos, dando prioridade a um alimento bom, limpo e justo nas comunidades do mundo inteiro.

O Slow Food convida todos a adotarem um ritmo de vida mais lento, utilizando seus sentidos para apreciar, de forma consciente, os alimentos de qualidade, aprendendo a escolher alimentos bons, produzidos em harmonia com o meio ambiente e com as culturas locais.

O Slow Food criou o termo “coprodutor” para sublinhar o poder dos consumidores. Os coprodutores podem suportar os agricultores, pescadores, pecuaristas, produtores de queijos locais, não apenas através da compra de seus produtos, mas também acessando à riqueza de informações e sugestões que podem oferecer. Assim podemos aprender mais sobre a qualidade, e melhorar nossa compreensão do valor de uma dieta local mais rica, mais saborosa e mais responsável…

Leve uma vida Slow

Compre ingredientes integrais. Cozinhe-os. Coma-os.

Evite alimentos processados que apresentem uma longa lista de ingredientes na embalagem. Coma comida de verdade.

Cultive seu próprio alimento. Mesmo que seja na beira da janela.

Sempre que possível, busque a história que está por trás do alimento que você está comprando.

Compre alimentos locais, descubra o que é sazonal!

Viva Slow na sua comunidade

Cozinhe e coma com outras pessoas – não apenas família e amigos. Traga novas pessoas e novas perspectivas para a sua mesa.

Junte-se a um grupo e cultive uma horta comunitária com os outros.

Entre em contato com o seu convivium Slow Food local.

Aperte a mão de quem te alimenta. Encontre as pessoas que produzem seus alimentos. Compre em feiras de produtores, visite uma fazenda ou compre de produtores que participam de programas de Agricultura Suportada pela Comunidade (CSA).

Aprenda sobre a história e os pratos tradicionais locais ou regionais.

  • Did you learn something new from this page?
  • yes   no