Slow Food Europa e outros grupos da sociedade civil unem as vozes de 100.000 cidadãos da UE, pedindo a ministros da agricultura da UE que viabilizem um futuro melhor para a agricultura

20 Nov 2018

 width=Dia 19 de novembro, o Slow Food Europa e mais 81 grupos da sociedade civil, representando agricultores, ativistas alimentares e organizações ambientais, organizaram o evento final dos Dias Europeus de Ação em Bruxelas. Grupos da sociedade civil europeus, unidos na campanha Boa Alimentação Boa Agricultura, convidaram a população para uma Disco Xepa em frente ao Conselho da União Europeia e pediram aos ministros da agricultura da UE que viabilizem um futuro melhor para a agricultura. A campanha chamou a atenção para a reforma da Política Agrícola Comum (PAC) e entregou 100.000 assinaturas de cidadãos da UE em apoio às demandas por uma reforma justa, ecológica e saudável da PAC.

 

Fazendo barulho por uma melhor alimentação e agricultura

O barulho de gente batendo panelas, música e as cores vibrantes das verduras da estação, interromperam a manhã de quem ia para o trabalho no coração da sede da UE em Bruxelas. Enquanto ministros da agricultura da UE negociavam o futuro da PAC, a campanha Boa Alimentação Boa Agricultura acionou o alarme, e com a Disco Xepa celebrou a diversidade da agricultura sustentável, pedindo a ministros que viabilizem um futuro melhor para a agricultura.

“Muitos europeus, jovens e idosos, expressaram suas preocupações com a produção industrial de alimentos durante os Dias Europeus de Ação; agora é hora de fazer com que os tomadores de decisão da UE ouçam e ajam”, diz Jorrit Kiewik, diretor da Rede Jovem do Slow Food, acrescentando que a Disco Xepa não é só picar verduras e dançar, “é mostrar que o alimento que comemos é importante para muita gente, assim como o nosso sistema alimentar e agrícola”.

Um chamado urgente aos tomadores de decisão da UE

Este ano, os Dias Europeus de Ação foram organizados em resposta à reforma da política agrícola da UE. As organizações envolvidas estão preocupadas com o atual sistema alimentar e agrícola da UE e apelam aos tomadores de decisão uma PAC ambiciosa em termos sociais e ambientais. A sociedade civil ressalva que a PAC continua a apoiar um modelo de agricultura que é desastroso para a vida selvagem, o clima e o meio ambiente, ao mesmo tempo que milhares de fazendas desaparecem em toda a Europa.

 O evento de encerramento dos Dias Europeus de Ação, em Bruxelas, levou as vozes de centenas de milhares de cidadãos em protesto contra a agricultura industrial e em favor de uma PAC justa, saudável e boa para as pessoas, os animais e o planeta. Os ativistas entregaram a carta e a petição assinada por mais de 100.000 cidadãos para a Presidência Austríaca do Conselho. A Presidência também recebeu diversos produtos bons, limpos e justos de diferentes países europeus, e um folheto com “ingredientes” para uma PAC melhor, ilustrado com fotos de europeus com demandas concretas para uma boa alimentação e uma boa agricultura.

Quase 70 eventos, incluindo protestos, manifestações, piqueniques, visitas a fazendas, atividades em mercados e conferências foram organizadas em 19 países europeus este ano, atraindo milhares de europeus. As redes do Slow Food participaram ativamente da ação conjunta dos Dias Europeus de Ação em diferentes países europeus, começando com o Terra Madre Salone del Gusto na Itália e terminando com a Disco Xepa em Bruxelas.

 

Mude o mundo através da comida

Aprenda como você pode restaurar ecossistemas, comunidades e sua própria saúde com nosso kit de ferramentas RegeneAction.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome
Privacy Policy
Newsletter