O Mar: bem comum – Slow Fish 2019

26 Fev 2019

 width=

© Alessandro Vargiu

Dia 19 de março apresentamos oficialmente a nova edição do Slow Fish, em Gênova, de 9 a 12 de maio, publicando o programa de eventos, a lista de expositores e as inúmeras novidades programadas para a nona edição do evento.

Uma edição que se intitula “O Mar: bem comum” e que quer mostrar todas as boas práticas que podem ser adotadas para proteger esse recurso.

 

Por que O Mar: bem comum?

Se pensarmos bem, são muitas as dádivas do mar.

O mar é fonte de alimento e recursos naturais; encanta com sua beleza, constitui uma via de transporte e uma fonte de energia; armazena CO2 e restitui oxigênio; oferece oportunidades de trabalho e bem-estar para muitos. Garante a própria sobrevivência da humanidade sobre este planeta.

Os ecossistemas marinhos e a sociedade humana estão intimamente conectados. Mesmo quando não estamos comendo peixe, provavelmente estamos nos beneficiando de alguma das dádivas do mar. E ainda assim, com frequência, não restituímos nenhum dos bens materiais e imateriais que o mar nos oferece.

 width=

© Paolo Properzi

Comportamentos irresponsáveis e boas práticas

As notícias das últimas décadas mostram com muita frequência um comportamento irresponsável em relação ao mar. As atividades do homem agravaram a mudança climática; os mares estão poluídos por plásticos, microplásticos e numerosíssimas substâncias químicas; nós destruímos zonas costeiras e habitats naturais inteiros pela ambição de produzir cada vez mais, de possuir cada vez mais; pescamos mais do que precisamos, ameaçando gravemente ou até provocando a extinção de algumas espécies de peixe.

Ainda assim, podemos mudar de rumo, ou melhor, devemos mudar. Pois o mar é um bem comum. Não apenas das mais de três milhões de pessoas cuja subsistência depende diretamente do mar. É um bem de todos. E precisamos entender, hoje mais do que nunca, que uma gestão cuidadosa desse recurso tão precioso e essencial é determinante para garantir um futuro sustentável para nós e para as próximas gerações.

 width=

© Giuseppe Fassino

Slow Fish 2019

Slow Fish, de 9 a 12 de maio, em Gênova, é o evento do caracol dedicado ao mar e aos seus recursos. O local ideal para falar de políticas de gestão; para educar os consumidores a partir das novas gerações; para reunir uma comunidade heterogênea, formada de pescadores, cientistas, cozinheiros e empresas que disponibilizam suas próprias experiências, mostrando como cada um pode fazer a sua parte para desenhar um futuro melhor. As ações individuais são apenas pequenas gotas, mas muitas gotas juntas podem ter um efeito explosivo.

 

O programa dos eventos do Slow Fish será publicado online a partir de 19 de março.

 

Acesse www.slowfish.slowfood.it e:

  • descubra o calendário de eventos – Encontros à Mesa, Laboratórios do Gosto, Escolas de Cozinha, atividades educativas
  • conheça os expositores do Mercado, que expõem os produtos do mar e de água doce, mas também óleos, sais e especiarias
  • deixe-se envolver pelos inúmeros relatos de boas práticas no novo espaço da Slow Fish Arena, projetado para trazer tantas experiências positivas
  • visite as diversas áreas do evento.

Esperamos você dia 19 de março no site www.slowfish.slowfood.it e de 9 a 12 de maio em Gênova, no Porto Antico.

 

Slow Fish é também

Slow Fish Festival, em Melbourne, Austrália, dia 3 de março: com atividades para crianças; palestras; um mercado com exposição e venda de peixe fresco; cervejas artesanais e vinhos da região; degustações e pratos de peixe; música; chefs famosos, como Matthew Evans, Rosa Mitchell, Matt Wilkinson e outros.

http://www.slowfishaustralia.com

 width=

El Sabor del Mar, em Puerto Cortes, Honduras, dia 16 de março. Organizado no âmbito do projeto Slow Fish Caribe em colaboração com o Centro de Estudios Marinos, o evento envolve os pescadores sustentáveis da área, que expõem e vendem diretamente os próprios produtos. Muitas especialidades para degustar, como o ceviche, a mariscada, a sopa de frutos do mar; e eventos como Master Classes e o concurso do melhor ceviche.

E a nova comunidade da pesca sustentável de Bocachica, apresentada oficialmente em Cartagena, Colômbia, dia 22 de fevereiro.

Mude o mundo através da comida

Aprenda como você pode restaurar ecossistemas, comunidades e sua própria saúde com nosso kit de ferramentas RegeneAction.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome
Privacy Policy
Newsletter