Nasce hoje a Slow Food Coffee Coalition

22 Abr 2021

Uma rede mundial sem fronteiras que reúne todos os protagonistas da cadeia de suprimentos

Nasceu a Slow Food Coffee Coalition, uma rede aberta criada pela iniciativa conjunta do Slow Food e do Grupo Lavazza, com o qual a associação colabora desde meados dos anos 90, compartilhando ideias e projetos. A intenção dos promotores é que a rede reúna todos os atores da cadeia do café, dos produtores aos torradores, dos distribuidores aos consumidores, unidos pelo amor pelo café e inspirados pela ideia de um café bom, limpo e justo para todos. Um novo modelo de relações, inspirado nos valores da cooperação, que leva em conta a evolução dos paradigmas de produção e consumo, lançado – por ocasião do Dia Mundial da Terra – em Turim, entre os eventos que concluem os 6 meses extraordinários do Terra Madre Salone del Gusto. O objetivo é criar novas conexões e melhorar o relacionamento entre agricultores e consumidores, fortalecendo o primeiro e mais frágil elo da cadeia e promovendo a identidade e o conhecimento do café com quem o consome diariamente.

Slow Food Coffee Coalition

“Esta coalizão é a verdadeira resposta à crise que estamos vivendo e que exige firmemente uma mudança de ritmo”, comentou Carlo Petrini, presidente do Slow Food.

“É um exemplo concreto de transição ecológica e, como tal, precisa do envolvimento consciente de quem deve interiorizá-la e realizá-la, desde o agricultor que cuida da semente do café até ao consumidor, que o degusta na xícara.

É preciso passar de uma sociedade baseada na competitividade para uma baseada na colaboração, e esta cadeia de suprimentos que dialoga em todos os níveis será capaz de representá-la perfeitamente. Para que ocorra uma verdadeira transição ecológica, é necessário conscientizar e gerar um conhecimento compartilhado na comunidade. Por isso é essencial nos prepararmos para enfrentar os desafios futuros com ferramentas como alianças, uniões e colaboração”, continuou Petrini.

É por isso que o Slow Food e a Lavazza criaram juntos a Slow Food Coffee Coalition:

“No conceito da Slow Food Coffee Coalition há assunção de responsabilidade e criação de valor ao longo da cadeia de suprimentos. Um modelo desafiador e inovador onde todos os atores do mundo do café são chamados a participar. Um grupo de trabalho aberto, cuja importância é cada vez mais evidente numa cadeia complexa como a do café. A necessidade de construir alianças em âmbito pré-competitivo para desenvolver conhecimento, projetos e conteúdo se torna cada vez mais clara”, comentou Giuseppe Lavazza, vice-presidente do Grupo Lavazza, com o qual o Slow Food colabora desde meados dos anos 90.

Slow Food Coffee coalition

© Aimie Eliot

“Estamos atravessando um momento em que aparece cada vez mais forte o desejo de criar vínculos e cooperar, todos juntos, rumo a novas metas que dificilmente seriam alcançadas individualmente. É por isso que precisamos de agricultores, comerciantes, torradores, baristas, donos de restaurantes, cozinheiros, especialistas do setor, instituições públicas, grandes empresas, apaixonados e simples consumidores de café, estimulados pela curiosidade e pelo desejo de saber algo mais. Apenas com um diálogo aberto e colaborativo podemos transformar o sistema e melhorar a cadeia de produção do café, conscientizando os produtores, distribuidores e consumidores”, comentou Emanuele Dughera, coordenador da Slow Food Coffee Coalition.

Por isso, a Slow Food Coffee Coalition convida todos os atores da cadeia interessados no café a aderirem ao Manifesto, para juntos empenharmos a assegurar e a desfrutar de um produto bom, limpo e justo.

Uma rede mundial que acredita na proteção do meio ambiente, na defesa dos direitos humanos e trabalhistas fundamentais, na transparência, rastreabilidade, educação e direito ao prazer, e que torna esses elementos a base de um caminho novo. Todos nós podemos decidir participar da Coalizão para formação, para incentivar o intercâmbio de ideias e boas práticas, mas também para planejar novas atividades concretas ou para ouvir e compartilhar.

“Queremos que o foco passe da xícara para o solo onde nasce o café”, continuou Dughera. “Não é simplesmente uma bebida que nos dá energia, mas um produto agrícola que contém mil matizes e que ainda pode nos surpreender. É por isso que, com a Slow Food Coffee Coalition, queremos nos comprometer a reconhecer o trabalho dos agricultores e permitir que os consumidores possam fazer escolhas informadas. Siga-nos nesta nova viagem, assine o Manifesto e junte-se à Café Slow Food Coalition. A mudança começa hoje, começa aqui, começa com todos”, concluiu Dughera.

Clique aqui para saber mais sobre a Slow Food Coffee Coalition

Mude o mundo através da comida

Aprenda como você pode restaurar ecossistemas, comunidades e sua própria saúde com nosso kit de ferramentas RegeneAction.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome
Privacy Policy
Newsletter