Garantir alimentos bons, limpos e justos para todos

24 Jun 2021

por Marta Messa, diretora da sede Slow Food de Bruxelas e Conselheiro de Slow Food International. 

Em janeiro de 2020, o Slow Food com “Um chamado urgente para desacelerar”, chamava todos os participantes da rede Slow Food, de todos os níveis, para que nos ajudassem na organização mais eficiente do nosso trabalho com a finalidade também de mensurar e avaliar o impacto das nossas ações para a criação de um mundo melhor.

Este apelo à ação foi concebido como uma ferramenta de trabalho a ser usada por todos os integrantes do Slow Food de qualquer nível – desde os membros individuais até os Convivum; desde as organizações nacionais até as comunidades locais e temáticas – fornecendo diretrizes compartilhadas que ajudam a identificar e estabelecer objetivos e a nos tornar responsáveis uns perante os outros.

apelo Slow Food

O apelo à ação começa ilustrando o mundo que queremos, um mundo no qual todos, sem exceção, possam usufruir de alimentos que sejam bons não só para aqueles que os consomem mas também bons para aqueles que os cultivam, criam, pescam ou produzem e bons para o planeta. Um mundo em que as pessoas estejam intimamente ligadas aos ecossistemas resilientes que as rodeiam, um mundo em que todos respeitem e valorizem a diversidade de pessoas, culturas, lugares, alimentos e gostos.

Vista a complexidade dos sistemas alimentares, não pode haver uma única solução. Acreditamos na força da ação coletiva que cultiva relações de confiança e alcança objetivos compartilhados.

Estes são os três objetivos estratégicos estabelecidos no apelo à ação:

  • defender a diversidade biológica e cultural,
  • educar, inspirar e mobilizar o mundo ao nosso redor,
  • influenciar os tomadores de decisão do setores público e privado.

Nada disso é novo, pois estes são os objetivos que sempre estabelecemos para nós mesmos. A diferença é que, pela primeira vez, os objetivos estão articulados em uma ferramenta compartilhada – o apelo à ação –  com a qual pretendemos proporcionar maior clareza de intenções ao nosso movimento global.

Os três objetivos estratégicos dialogam entre si: defender a diversidade não exclui trabalhar na educação ou influenciar as políticas. Pelo contrário, um dos aspectos que torna o Slow Food único é a nossa forma holística de trabalhar com nossos projetos que já nos levou a alcançar mais de um objetivo estratégico de uma só vez.

O apelo à ação nos ajuda a ver mais claramente como nossos esforços individuais se entrelaçam e como nosso impacto vá mais além da soma das nossas ações coletivas.

Em tudo isso, o único elemento que caracteriza o compromisso do Slow Food é a alegria da comida como um catalisador da mudança mundial.

Você pode encontrar a versão completa da “Um chamado urgente para desacelerar” aqui.

Mude o mundo através da comida

Aprenda como você pode restaurar ecossistemas, comunidades e sua própria saúde com nosso kit de ferramentas RegeneAction.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome
Privacy Policy
Newsletter