#CHEESE19: Natural é possível

26 Jun 2019

Finalmente chegamos! O programa do #Cheese19 está online e faltam pouco mais de 80 dias até o evento, em Bra, de 20 a 23 de setembro.

Como é impossível contar tudo, tintim por tintim, propomos dois roteiros: o primeiro, entre os queijos internacionais, protagonistas dos Laboratórios do Gosto; o segundo, para mostrar as três grandes conferências dedicadas ao tema Natural é possível.

LABORATÓRIOS DO GOSTO: A VOLTA AO MUNDO EM 80 QUEIJOS

 width=Dois grandes mestres afinadores do cenário internacional, Hervé Mons e Neals’ Yard Dairy, serão nossos guias entre variedades raras de queijos ingleses e franceses, mostrando como o queijo é um sistema que reúne fatores ambientais, bem-estar animal, qualidade do leite e… engenhosidade humana, capaz de traduzir esses elementos em produtos de qualidade.  Ainda na França, um passeio pelos queijos históricos preservados pelos fermiers: o camembert de leite cru, o gwell, os queijos de leite de ovelha manex tête noire e manex tête rouge, o tradition salers e a brousse de cabra do Rove, todas produções artesanais que resistem, com orgulho, às multinacionais do leite.

Indo para a Espanha, entre Astúrias, Galícia e Castela e Leão, ao longo do Caminho de Santiago, a proposta é uma peregrinação entre as formas de leite, os alimentos e as bebidas da primeira comunidade Slow Food nascida na Espanha. Na Holanda, a produção de leite é grande, ou até grandíssima, mas apenas uma pequena parte da produção de laticínios nacional vem de produtores artesanais. E é para alguns desses produtos, protegidos pelas Fortalezas Slow Food, que queremos chamar a atenção.

Chegam da Eslováquia, das terras virgens do Parque Nacional dos Montes Tatra, no norte do país, e da região central de Podpol’anie, muitos queijos interessantes, embaixadores da Arca do Gosto, mas também pratos típicos, doces, bebidas e méis, expressão de ambientes puros e incontaminados. Principalmente da Irlanda e da Austrália vêm produções que testemunham uma luta contínua, levada adiante no mundo inteiro por inúmeros queijeiros “resistentes” (link): a luta pela defesa do leite cru, que representa uma verdadeira escolha política.

No Québec, a proposta é de uma viagem de aventura entre queijos de leite cru e o gin local, descobertos por um cozinheiro da Aliança Slow Food. Por fim, uma viagem por toda a Europa para descobrir produtos únicos, preservados pelas Fortalezas Slow Food ou embarcados na Arca do Gosto. Um exemplo? Da Grécia, o feta tradicional, feito em barril, pela primeira vez no Cheese.

Mas não é só isso: queremos convidar todos a descobrir os Laboratórios do Gosto dedicados aos queijos italianos e internacionais, além dos Laboratórios do Gosto sobre harmonização de vinhos e queijos e quatro imperdíveis Encontros à Mesa.

NATURAL É POSSÍVEL, ENTRE QUEIJOS, PÃES E EMBUTIDOS NATURAIS

O Cheese também é muito mais: lugares para descobrir, produtores para conhecer e oportunidades de aprofundar conhecimentos, muitas delas gratuitas. Perca-se pelas ruas de Bra e marque na agenda as três grandes conferências dedicadas ao tema Natural é possível. width=

E falando do mundo dos queijos naturais, sobraram pouquíssimos exemplos num setor que se rendeu à pasteurização e, com ainda maior frequência, ao uso dos fermentos selecionados, produzidos por umas poucas multinacionais. Mais uma conexão interrompida na cadeia de relações com o território que, se preservada, poderia oferecer queijos únicos, com sabores e aromas que revelam as peculiaridades de cada raça e, sobretudo, das plantas e flores de cada pasto.

Continuamos o relato dos grãos, dos fermentos e dos pães naturais, para mostrar como o sabor e o cheiro do pão de fermentação natural e farinhas de qualidade são totalmente diferentes do pão preparado com quantidades espantosas de fermento e com farinhas refinadas ou mesmo semiprocessadas, cheias de aditivos e melhoradores.

Por fim, entramos no mundo dos embutidos naturais, cuja produção exige uma “volta” aos conservantes naturais – sal, pimenta-do-reino, pimenta malagueta, especiarias, defumação – que a produção artesanal de carnes curadas sempre utilizou, mas também de algumas práticas de criação que respeitam o bem-estar animal e se preocupam com a alimentação e o tempo de crescimento dos animais.

Se quiser conhecer todas as novidades, siga-nos no site www.cheese.slowfood.it, no Instagram e Facebook , cadastre-se no evento (link assim que for disponível), marque-nos e adicione a hashtag #Cheese19! Nos vemos em Bra, em pouco mais de 80 dias.

Mude o mundo através da comida

Aprenda como você pode restaurar ecossistemas, comunidades e sua própria saúde com nosso kit de ferramentas RegeneAction.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome
Privacy Policy
Newsletter