As Vozes dos Povos Indígenas, Migrantes e Jovens no Terra Madre Salone del Gusto

02 Ago 2018

Organizado pelo Slow Food, em colaboração com a Região Piemonte e a Cidade de Turim, Terra Madre Salone del Gusto, o evento internacional mais importante dedicado à cultura do alimento, será realizado em Turim, na Itália, de 20 a 24 de setembro de 2018. Mais de 5.000 delegados de 140 países, mais de 800 expositores, 300 Fortalezas Slow Food e 500 comunidades Terra Madre estarão reunidas em Turim.

Food for Change é o tema central desta 12ª edição do evento: mais do que nunca, o foco estará nas pessoas e na mudança que todos podem ajudar a gerar. A Arena Terra Madre, criada graças ao apoio do FIDA (Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola), será um dos destaques.

A Arena Terra Madre será o local onde diferentes redes do Slow Food poderão reunir-se e explorar as questões mais importantes com as quais o movimento internacional tem trabalhado há anos. Mais de 50 eventos serão realizados na Arena durante os cinco dias.

Povos Indígenas

O povos indígenas são os guardiães da biodiversidade mais importantes do mundo: sessenta e sete por cento da agrobiodiversidade do planeta está concentrada nas terras desses povos. É evidente, portanto, que apoiar as comunidades indígenas e seus sistemas alimentares tradicionais é fundamental para a preservação da biodiversidade mundial. O conhecimento dessas comunidades, frequentemente subestimado, é essencial para enfrentar desafios globais como a mudança climática, insegurança alimentar e desigualdade. O Terra Madre Salone del Gusto contará com a presença de mais de 300 delegados indígenas de mais de 60 países. Na Arena, os fóruns organizados pela rede Indigenous Terra Madre (ITM) destacarão a necessidade urgente de promover e proteger os sistemas de produção alimentar dos povos indígenas, valorizando a sua abordagem holística e fortalecendo as conexões com todo o movimento Slow Food. Quatro temas principais serão o foco dos eventos e conferências: mulheres como agentes de mudança, direito à terra, jovens indígenas como motores de mudança e chefs indígenas. Dia 20 de setembro, a rede indígena abrirá seu programa com uma cerimônia tradicional; e a governança, estratégia e conquistas dos últimos dois anos serão apresentadas para facilitar a troca de ideias e o debate em eventos futuros. Nicolas Mukumo Mushumbi (da República Democrática do Congo) e Denisa Livingston (dos EUA), Consultores do Slow Food Internacional para a rede indígena, participarão do evento. Para ver todo o programa, clique aqui.

Migrantes

A Migração é um dos temas centrais da Arena Terra Madre. Com a participação de uma delegação de mais de 200 migrantes de 33 países, muitas questões serão discutidas  na Arena, como migração climática, formas modernas de escravidão, o papel dos migrantes no desenvolvimento internacional e o alimento como veículo de integração social. O resgate de tradições antigas, relações de cooperação, troca de conhecimentos e participação são elementos estratégicos para construir a resiliência das comunidades migrantes na Itália, na Europa e no resto do mundo, e para mudar a percepção que a sociedade tem dos migrantes, fazendo com que sejam vistos não como vítimas, mas como facilitadores da mudança. Receitas de Diálogo (23 de setembro, às 6:00 p.m. – Torino Lingotto Fiere), uma iniciativa conjunta da LVIA, Slow Food, Renken, Colibrì, Panafricando, Asbarl, Região Piemonte e Cidade de Turim, financiada pela Agência Italiana de Cooperação e Desenvolvimento (AICS), é um exemplo. Esses tópicos também serão abordados no Festival Internacional de Cozinha Mediterrânea, que será realizado entre a Arena e o bairro de San Salvario, em Turim, durante o Terra Madre Salone del Gusto. Bacia de biodiversidade, culturas e receitas, o chamado Mare Nostrum (20 de setembro, às 4:00 p.m. – Torino Lingotto Fiere) será celebrado em toda a sua riqueza, promovendo um novo modelo de desenvolvimento e recepção mediterrâneos. Para ver todo o programa, clicar aqui.

Jovens

Até o momento, 600 jovens delegados de 100 países diferentes têm voo reservado para Turim e muitos mais devem fazer o mesmo nas próximas semanas. Dez jovens delegados resolveram fazer numa viagem incrível, o Giro di SFYN, inspirada na famosa prova de ciclismo de estrada da Itália. Partindo da Holanda, de bicicleta, dia 7 de setembro, vão cruzar 9 países em 11 dias, numa viagem de 1.250 km (com 10.000 metros de ganho acumulado de elevação), chegando a Turim a tempo para o Terra Madre Salone del Gusto. Ao longo do caminho, os delegados visitarão produtores locais e membros da rede, divulgando a filosofia do bom, limpo e justo. Valentina Gritti, coordenadora internacional do Slow Food Youth Network, a rede jovens do Slow Food, explica que “decidimos fazer o Giro di SFYN porque queremos pensar fora dos limites impostos a nós: andar de bicicleta faz com que você reexamine a distância e espaço entre os lugares. Claro, também queremos transmitir uma mensagem, pois voar é uma forma de viajar insustentável e nos preocupamos com o meio ambiente: na maioria das vezes, há alternativas possíveis“. Chegando em Turim, todos os delegados se reunirão no espaço dedicado ao Slow Food Youth Network (SFYN) para discutir diversas questões, para aprender, para compartilhar boas práticas, para fazer contatos e, acima de tudo, para se divertir. Conexão e empoderamento serão os tópicos comuns de todas as atividades, que incluirão oficinas, mesas redondas e conferências. Começando com uma sessão de yoga todas as manhãs, o programa (disponível aqui) será muito variado. Além do espaço da Arena, algumas atividade do SFYN serão realizadas no estande da Universidade de Ciências Gastronômicas.

Os fóruns temáticos do Terra Madre são apresentados por delegados da rede e abertos ao público, havendo assentos disponíveis.

Terra Madre Salone del Gusto 2018 Press Office

Slow Food, +39 329 83 212 85 [email protected] – Twitter: @SlowFoodPress

Região Piemonte, +39 011 432 2549 – [email protected]

Município de Turim, +39 011 011 21976 – +39 342 1100131 – [email protected]

Para credenciamento de imprensa, clicar aqui.

Terra Madre Salone del Gusto é um evento organizado pela Cidade de Turim, Slow Food e Região Piemonte, em colaboração com o MIPAAF (Ministério de Políticas Agrícolas, Alimentares, Florestais e Turismo da Itália). A realização do evento é possível graças a seus inúmeros patrocinadores, incluindo os Parceiros Oficiais, GLEvents-Lingotto Fiere, IREN, Lavazza, Lurisia, Parmigiano Reggiano, Pastificio Di Martino e Quality Beer Academy; com o apoio da Compagnia di San Paolo, Fondazione CRT-Cassa di Risparmio di Torino, Associazione delle Fondazioni di Origine Bancaria del Piemonte e Coldiretti; e com a contribuição do FIDA, União Europeia, TCF Foundation e CIA (Confederazione Italiana Agricoltori).

O Slow Food é uma organização global de base que luta por um mundo no qual todos possam ter acesso e desfrutar alimentos bons para quem consome, bons para quem produz e bons para o planeta. O Slow Food envolve mais de um milhão de ativistas, chefs, especialistas, jovens, produtores rurais, pescadores e acadêmicos em mais de 160 países.

Mude o mundo através da comida

Aprenda como você pode restaurar ecossistemas, comunidades e sua própria saúde com nosso kit de ferramentas RegeneAction.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome
Privacy Policy
Newsletter