#arkoftaste: falar de comida através da fotografia, é possível?

28 Jul 2016

#arkoftaste

A relação entre comida e fotografia já está nos olhos e na boca de todos. Cada vez mais a comunicação passa através da imagem fotográfica que, sobretudo nas redes sociais – e principalmente no instagram –, está se tornando o elemento principal das mensagens compartilhadas na rede.

O Slow Food – presente no instagram faz tempo – encontrou um novo companheiro de estrada. É o Cortona on The Move, o festival de fotografia internacional que, todo ano, anima a cidadezinha toscana. Exposições fotográficas, performances, palestras. Sábado passado, no belíssimo Teatro Signorelli de Cortona, na província de Arezzo, Carlo Petrini e Antonio Carloni, presidente do festival Cortona on the Move, realizaram uma pré-estreia do lançamento do hashtag #arkoftaste, um canal que permitirá a abertura do projeto da Arca do Gosto aos usuários das redes sociais, convidando-os a indicar os produtos de suas regiões por meio da fotografia.

“A Arca do Gosto é um projeto ambicioso”, explicou Carlo Petrini. “Estamos começando a ver agora os resultados de um trabalho de catalogação de valor inestimável, necessário para preservar a biodiversidade alimentar mundial, ameaçada pela agricultura moderna padronizada e por um sistema de produção alimentar que, há tempo, apostou apenas no aspecto quantitativo. O conhecimento desses produtos em risco de desaparecimento é sinônimo da consciência de seu valor, e é fundamental para a defesa não apenas do alimento, mas sobretudo das comunidades de agricultores, pescadores e criadores do mundo inteiro.”

“Mas a Arca do Gosto”, continua Petrini, “deve ser capaz de descrever e comunicar esta riqueza da melhor forma possível: é por isso que surgiu a parceria com o Cortona on The Move e a ideia de aproveitar o potencial dos meios de comunicação e de partilha modernos – fundamental quando o assunto é alimento – para divulgar e ampliar os conhecimentos através da ação dos inúmeros usuários”. “Os nossos heróis”, acrescenta ainda o fundador do Slow Food, “são os jovens: são eles que têm a possibilidade, a energia e também o desejo de mudar as coisas, de resistir, de reverter o rumo”.

“#arkoftaste é mais uma ferramenta à disposição dos jovens”, continua Antonio Carloni. “São eles os conhecedores e os maiores utilizadores das redes sociais, encarregados de defender o denominador comum da vida de todos: o alimento.”

“A beleza e a estética não devem limitar-se a satisfazer os caprichos da atual ‘gastromania'”, responde Petrini. “Os jovens devem apoiar uma operação cultural para celebrar não apenas o produto em si, mas para valorizar e defender as pessoas e as comunidades rurais que estão por trás do produto. Hoje em dia, há muita estupidez na publicidade, que distrai a nossa atenção do drama de muitos produtores, que enfrentam a mudança climática e que são vítimas de economias que tiraram dos alimentos o seu valor original, reduzindo-os a um número, ao seu preço. A arte da fotografia é a ferramenta para comunicar a realidade através das imagens, e pode tornar-se elemento essencial numa visão holística do alimento e do mundo, que todos compartilhamos.”

Schermata 2016-07-20 alle 10.56.39

A partir de setembro, quando o hashtag #arkoftaste for lançado oficialmente durante o Terra Madre Salone del Gusto (Turim, 22-26), esse compartilhamento será ainda mais global e envolvente, e a Arca do Gosto será cada vez mais abrangente e rica de conhecimentos.

Mude o mundo através da comida

Aprenda como você pode restaurar ecossistemas, comunidades e sua própria saúde com nosso kit de ferramentas RegeneAction.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome
Privacy Policy
Newsletter