A Aliança Slow Food dos cozinheiros expande-se pelo mundo: mais oito países aderem ao projeto

06 Out 2016

França, Argentina, Brasil, Índia, Quênia, Uganda, Alemanha, Equador: são os oito novos países que aderem à Aliança dos cozinheiros e que serão apresentados oficialmente no Terra Madre Salone del Gusto, que se realiza de 22 a 26 de setembro em Turim (Itália).

 

Durante a última edição do Terra Madre Salone del Gusto, em 2014, apenas três países faziam parte do projeto da Aliança Slow Food dos cozinheiros. Hoje, o projeto conta com 15 países no mundo inteiro. É uma meta importante para a Fundação Slow Food para a Biodiversidade, que vê um aumento da rede de cozinheiros empenhados com a valorização da biodiversidade e a promoção das campanhas Slow Food. São quase 700 os chefs que participam do projeto, apoiando os pequenos produtores e empenhando-se a utilizar em seus cardápios os produtos ligados aos projetos Slow Food (FortalezasArca do Gosto, Comunidades do Alimento, Mercados da Terra), ou produzidos segundo métodos virtuosos, respeitando o meio ambiente e o bem-estar animal.

Fórum do Terra Madre, dedicado à Aliança Slow Food dos cozinheiros (25 de setembro, das 13:30 às 15:30, Torino Esposizioni, Corso Massimo D’Azeglio, 55) é uma oportunidade de encontro para todos aqueles que aderem ao projeto, para trocar experiências, ideias, soluções, opiniões.

Guus Thjssen, coordenador da Aliança Slow Food dos cozinheiros na Holanda, será o moderador do fórum, que contará com a participação de cozinheiros e responsáveis pela Aliança na Albânia, Argentina, Bélgica, Canadá, Equador, França, Alemanha, Índia, Itália, Quênia, Marrocos, México, Uganda.

Na palestra no Teatro Carignano Quando os grandes chefs estreitam alianças com os agricultores (24 de setembro, de 17:00 a 18:30 horas), quatro chefs de renome internacional – Cristina Bowerman, Michel Bras, Olivier Roellinger e Altin Prenga – falarão de seu papel de porta-voz de questões culturais, ecológicas, éticas e sociais.

Além disso, catorze cozinheiros italianos e cinco internacionais, irão animar a Cozinha da Aliança,no coração da Piazza Castello, onde, diariamente, serão apresentados alguns de seus pratos, utilizando os produtos das Fortalezas Slow Food, expressão do território e da filosofia que norteia o seu trabalho.

O programa completo dos eventos na Cozinha da Aliança está disponível clicando aqui.

Os encontros realizados pelos cozinheiros internacionais são:

22 de setembro às 12:00: A nova gastronomia albanesa, com Sokol Prenga

24 de setembro às 12:00: Um vento do Atlântico, com Xavier Hamon (França)

25 de setembro às 21:00: Volver a la tierra: de pai para filho no Kiaora de Valencia, com Yelel Canas (Espanha)

24 de setembro às 21:00: Escola de cozinha do Canadá com Kris Barnholden

25 de setembro às 12:00: O tremoço dos Andes, com Adolfo Perret (Peru)

 

Para mais informações dirijam-se a:

Slow Food, +39 329 83 212 85, [email protected] – Twitter: @SlowFoodPress

Região Piemonte, +39 011 432 2549, +39 335 7586327, [email protected]

Prefeitura de Turim, +39 011 01121976, +39 3421100131, [email protected]

 

A realização de Terra Madre Salone del Gusto é possível graças ao apoio de inúmeras entidades dentre as quais mencionamos os Parceiros Oficiais: Lurisia, Pastificio di Martino, Radeberger Gruppe Italia, Lavazza, Sapori, Iren, Intesa San Paolo, Elpe; com a contribuição de Coldiretti; os patrocinadores da Fondazione Terra Madre e de Slow Food: Compagnia di San Paolo, Fondazione CRT- Cassa di Risparmio di Torino e Associação das Fundações de origem bancária do Piemonte. Com o apoio de IFAD, União Europeia e CIA.

Slow Food é uma organização internacional que compromete-se em fazer com que todos possam conhecer e apreciar os bons alimentos: bons para os que deles se nutrem, para os que os cultivam e para o meio ambiente. Slow Food abarca mais de um milhão de entusiastas, chefs, especialistas, jovens, produtores, pescadores e acadêmicos em 160 Países. Dentre eles, 100.000 sócios pertencentes a 1.500 grupos locais que contribuem ao financiamento da associação através de uma quota de inscrição e que participam dos inúmeros eventos organizados no território. Aos sócios acrescentam-se as 2.400 comunidades do alimento de Terra Madre empenhadas na produção agroalimentar sustentável e de pequena escala.

Mude o mundo através da comida

Aprenda como você pode restaurar ecossistemas, comunidades e sua própria saúde com nosso kit de ferramentas RegeneAction.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome
Privacy Policy
Newsletter