A Arca do Gosto e mudanças climáticas

24 Nov 2015

Embarcam na Arca produtos em risco de extinção do Brasil, Moçambique e Angola.

Cada peça de um ecossistema é fundamental para a sobrevivência das outras: por isso, a biodiversidade é o nosso seguro para o futuro, é o equilíbrio necessário para o nosso planeta, cada vez mais ameaçado. Conhecer os territórios e proteger raças animais e espécies vegetais, produtos e tradições, já é uma prioridade, sobretudo quando a perda de biodiversidade está se tornando uma emergência que não pode ser subestimada.

glob+euA Fundação Slow Food para a Biodiversidade sabe muito bem e, com o apoio do projeto G.Lo.B (Governança Local para a Biodiversidade), cofinanciado pela Comissão Europeia (Delegação da União Europeia em Brasília), está realizando um intenso trabalho de mapeamento e pesquisa para receber novos produtos na Arca do Gosto, promovendo políticas públicas para a defesa e a valorização da agrobiodiversidade, melhorando, ao mesmo tempo, o padrão de vida da população e reduzindo a vulnerabilidade econômica e social dos pequenos produtores.

O projeto foi implementado em áreas geográficas específicas (Angola, Brasil e Moçambique), onde as mudanças climáticas e socioeconômicas estão colocando a sobrevivência de alguns produtos e espécies em situação de grande risco. No Brasil, por exemplo, a prolongada falta de chuvas esta causando danos à biodiversidade local. Em anos recentes, assistimos a uma redução da vegetação no semiárido da região Nordeste do país, devido também ao desmatamento e às queimadas. Esses eventos fizeram com que a produção alimentar esteja hoje ameaçada e, particularmente, o de mel esteja hoje em risco de extinção, sobretudo o mel produzido pela abelha mandaçaia (Melipona mandaçaia) e pela abelha munduri, protegidos pela Arca do Gosto. A produção de mel, realizada principalmente pelas mulheres de algumas comunidades da região semiárida da Bahia, também foi esta sendo muito afetada pela expansão da agricultura e pelo uso de defensivos agrícolas nas áreas onde vivem as abelhas. Outra situação em risco é a do estoque de peixe. A degradação ambiental, a pesca descontrolada, o uso inapropriado da terra e a construção de infraestruturas que bloqueiam a reprodução natural da espécie causaram uma redução dos peixes e da biodiversidade de espécies nas bacias hidrográficas, fazendo com que alguns peixes, como o pacamã, desaparecessem quase completamente.

Em Angola, a aridez progressiva dos pastos tornou cada vez mais difícil a atividade de pastoreio seminômade das etnias Mucubal, Cavelocamue e Bibala. A sobrevivência das raças bovinas e dos produtos derivados está em grave risco de extinção. Entre eles, o carneiro e o leite azedo, ambos produtos da Arca do Gosto. As dificuldades da criação e a falta de leite levaram as comunidades a uma espécie de reconversão quase forçada de pastores nômades a agricultores sedentários, perdendo muitas das peculiaridades da sua atividade. As mudanças climáticas afetaram gravemente a biodiversidade do país. Um exemplo é o quase desaparecimento do inseto maungo, preciosa fonte de proteínas e importante fonte de renda das comunidades rurais, cuja presença está estreitamente ligada às chuvas, cada vez mais raras já há alguns anos, e à árvore do mopane, hoje vítima do intenso desmatamento para a extração de carvão vegetal.

Em Moçambique, a tendência das políticas agrárias vai em direção a uma agricultura extensiva e intensiva de poucos produtos derivados de sementes híbridas ou geneticamente modificadas. Consequentemente, os alimentos disponíveis são cada vez mais padronizados, mas não facilmente acessíveis, pois são muito caros. Quem arca com as consequências, além da população, são também as espécies animais e vegetais locais, como o tseke ou a maphilua: ambas plantas autóctones, que garantem um alimento fresco e não tratado também em épocas de seca, mas a diminuição de seu uso fez com hoje estejam em risco de extinção, ameaçando as comunidades rurais que as utilizam como alimento de subsistência fundamental há séculos.

É por isso que se tornam cada vez mais importantes os projetos de preservação desse importante patrimônio, pois representam uma esperança e uma oportunidade. A todo vapor, Arca do Gosto!

 

Mude o mundo através da comida

Aprenda como você pode restaurar ecossistemas, comunidades e sua própria saúde com nosso kit de ferramentas RegeneAction.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome
Privacy Policy
Newsletter