A Arca do Gosto continua a viajar

11 Fev 2019

O mel da região de Tapoa, em Burkina Faso, é o 5000º produto

Hoje festejamos o embarque do produto número 5.000 na Arca do Gosto. A Arca viaja pelo mundo e recolhe os produtos que pertencem à cultura, à história e às tradições de todo o planeta, que estejam em risco de desaparecer. O último a embarcar foi o mel de Tapoa, região leste de Burkina Faso. Um produto carregado de significados: fruto do trabalho das abelhas, cuja sobrevivência está em risco em todo o planeta; um alimento proveniente de um país que está vivendo uma crise dramática no coração da África, continente maltratado, que justamente na reafirmação da própria soberania alimentar pode encontrar uma das chaves do seu resgate.

Quando, no longínquo ano de 1996, lançamos o projeto da Arca do Gosto, ainda não tínhamos uma ideia perfeitamente clara a respeito de suas implicações políticas e científicas. O que era muito claro para nós, porém, era que alguma coisa no modo de produzir, distribuir, consumir e mesmo divulgar o alimento não funcionava e estava provocando o desaparecimento progressivo de espécies vegetais, raças animais, preparações, tradições culinárias e até paisagens rurais. Isso estava acontecendo diante dos nossos olhos, a um ritmo extremamente acelerado e em todos os cantos do planeta. Por esse motivo, decidimos criar um catálogo para reunir, em uma única e extensa lista, a biodiversidade alimentar que corríamos o risco de perder para sempre. Desde então, há mais de vinte anos, muitas coisas mudaram e, apesar de permanecer a urgência, podemos afirmar, com certeza, que a consciência sobre essa questão aumentou. width=

Comemoramos a quota de 5.000 porque sabemos que a inscrição na Arca constitui, muitas vezes, o primeiro passo para o relançamento de produções que correm o risco de serem expulsas de um mercado cujos únicos motores são, com muita frequência, o lucro e a padronização. Nesses vinte anos, aprendemos que os cidadãos são os atores principais da recuperação de um território, e que estão prontos para se comprometer e lutar para promover e defender a maravilhosa gastronomia do seu país, da sua região, do seu vilarejo. A diversidade salvará o mundo e, por isso, deve ser cultivada, divulgada, mostrada, ensinada. É a biodiversidade que permite a autorregulação do sistema natural da melhor forma, garantindo a manutenção do ecossistema, garante uma variedade maior de sabores. A biodiversidade é o único segredo para um desenvolvimento sustentável.

A existência de um catálogo de 5.000 produtos em mais de 150 países significa representar fisicamente os rostos, as cores e as histórias de inúmeras comunidades, mas significa, principalmente, fazer com que um patrimônio de informações e de conhecimentos que são a base necessária para qualquer ação esteja disponível para todos. A Arca do Gosto é um grito de alerta e um convite para que todos assumam a sua cota de responsabilidade em apoiar um mundo agrícola que ainda pratica a agricultura de pequena escala, baseada no respeito pelo meio ambiente e no equilíbrio com os ecossistemas, capaz de cuidar da paisagem e não de assaltá-la. width=

Em um momento histórico, no qual os muros estão mais em voga do que as pontes, o alimento pode ter um papel de protagonista, unindo comunidades, criando socialização e interações positivas, promovendo vizinhança e trocas. Os primeiros 5.000 produtos confirmam que o este é o caminho certo, agora é preciso continuar a aumentar esse tesouro e torná-lo disponível a todos. O futuro do alimento está na diversidade.

O desafio para salvar a biodiversidade, não é um desafio qualquer. É o desafio para o futuro do planeta e do gênero humano.

Enfrente-o e faça sua parte: apoie o Slow Food.

 

Carlo Petrini

RFood, Repubblica, 9 Fevereiro

Mude o mundo através da comida

Aprenda como você pode restaurar ecossistemas, comunidades e sua própria saúde com nosso kit de ferramentas RegeneAction.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Nome
Privacy Policy
Newsletter