A mostra Discover Biodiversity, do Slow Food, na Expo 2015 de Milão

01 Apr 2015 | Portuguese

A mensagem do Slow Food na Expo 2015 é que alimentar o planeta com alimentos bons, limpos e justos para todos é possível, se começarmos com a biodiversidade. O Slow Food quer mostrar que há uma forma de alimentar o planeta sem explorar os recursos do planeta.

Dada a importância da biodiversidade, o espaço do Slow Food na Expo 2015 apresentará a mostra Discover Biodiversity (Descubra a Biodiversidade).

A mostra é um espaço interativo onde os visitantes podem ler, ver e brincar, aprendendo, em cada passo, o significado da nossa luta para salvar a biodiversidade. A mostra Discover Biodiversity é dividida em várias seções, com grandes mesas de madeira dedicadas a diferentes temas.

  • A instalação Árvore do Alimento, por exemplo, mostra como o alimento é formado por muitos aspectos diferentes que se entrelaçam e se comunicam entre si: língua, cultura, lugar, sustentabilidade social e ambiental, os cinco sentidos, sociabilidade e muito mais.
  • Outra instalação — o Homem de Milho — é baseada no alimento mais utilizado do mundo. A instalação explora os alimentos industriais que utilizam esse cereal onipresente, identifica os diversos nomes atrás dos quais o milho se esconde nos rótulos dos alimentos, examina suas origens e os atuais países produtores. A produção de alimentos de pequena escala agora enfrenta esse gigante, o principal produto da agricultura industrial e presença constante nas prateleiras dos supermercados.
  • Uma imensa Ampulheta representará o ritmo cada vez mais acelerado da perda da biodiversidade. Uma série de fotos mostrará as inúmeras variedades de frutas, hortaliças, grãos, bovinos, caprinos, ovinos e outras raças animais em risco de extinção.

Diferentes expositores mostrarão a história da agricultura, contrapondo fast food e comida dos mercados, e comparando diferentes sistemas de produção de alimentos.

Se o objetivo é estabelecer um sistema alimentar que também olha para o futuro e que, portanto, pretende alimentar o mundo de forma sustentável, respeitando o meio ambiente e os produtores de alimentos, há muitas razões para que o foco seja a preservação da biodiversidade:

• variedades e raças locais se adaptaram às suas áreas locais, tornando-se mais fortes e mais resistentes, exigindo menos intervenções externas

• sistemas uniformes ou com pouca biodiversidade são mais frágeis e altamente vulneráveis

• não há monoculturas na natureza

• a biodiversidade também é uma fonte inestimável de tratamentos medicinais

• a biodiversidade garante o bem-estar das comunidades rurais

• cultivando e comendo biodiversidade, aprendemos a combater o desperdício, a respeitar a sazonalidade e a preservar os conhecimentos tradicionais, aproximando-os de um diálogo com a ciência oficial

• partindo da biodiversidade, podemos imaginar um modelo de desenvolvimento diferente

Serena Milano, Secretária-Geral da Fundação Slow Food para a Biodiversidade, afirma: “Desde a década de 50, a tarefa de alimentar a população mundial tem sido progressivamente confiada a monoculturas, a fazendas industriais e a um número cada vez mais limitado de variedades de plantas e de raças animais – o que levou a uma padronização de sabores, à perda de muitas fontes locais de nutrição, à destruição de muitos dos ecossistemas mais importantes do mundo e à restrição da alimentação mundial principalmente a três grãos: trigo, arroz e milho. Salvar a biodiversidade ajudará a restabelecer o equilíbrio urgentemente necessário dos ecossistemas mundiais, sem o qual o planeta lutará para sobreviver, encontrando-se progressivamente incapaz de alimentar a população mundial no futuro. A biodiversidade é a protagonista da solução de muitos problemas do sistema alimentar atual e da garantia da soberania alimentar, segurança alimentar e de uma alimentação boa, limpa e justa para todos.”

Para mais informações e atualizações sobre a participação do Slow Food na Expo, visite:

http://localhost/slowfood/expo2015/en/

Os seguintes projetos do Slow Food são dedicados à preservação da biodiversidade: http://localhost/slowfood/expo2015/en/feeding-the-planet/our-projects/

Para mais informações, contate o Departamento de Imprensa do Slow Food Internacional:

Paola Nano, +39 329 8321285 [email protected]

O Slow Food envolve mais de um milhão de pessoas que se dedicam e que defendem o alimento bom, limpo e justo: são cozinheiros, jovens, ativistas, agricultores, pescadores, especialistas e acadêmicos, em 158 países. A rede conta com cerca de 100.000 associados, reunidos em 1.500 grupos locais presentes no mundo inteiro (chamados convivia). Os associados contribuem para o movimento com a taxa de inscrição e com a organização de eventos e campanhas. A rede inclui mais de 2.500 comunidades do alimento do Terra Madre, que produzem, de forma sustentável e em pequena escala, alimentos de qualidade no mundo inteiro. 

Change the world through food

Learn how you can restore ecosystems, communities and your own health with our RegenerAction Toolkit.

Please enable JavaScript in your browser to complete this form.
Full name
Privacy Policy
Newsletter