Slow Food
   

Terra Madre Day 2010


Italy - 30 Nov 10

Os mais de oitocentos eventos previstos para comemorar o Terra Madre Day, no próximo dia 10 de dezembro, terão como foco o alimento local.
Por ocasião da segunda edição do evento, em mais de 160 países, a grande rede do Slow Food, que reúne agricultores, produtores, escolas, cozinheiros e associados, vai celebrar o alimento local com iniciativas criadas para frisar a importância de uma alimentação saudável, sobretudo para os povos dos países mais pobres.

A seguir alguns exemplos de iniciativas organizadas no mundo:

Em Ouagadougou, a capital do Burquina Faso, as meninas do orfanato da Ampo (Association Managré Nooma pour la Protection des Orphelins) participarão de uma série de eventos cujo objetivo é promover a importância dos alimentos tradicionais e locais para a saúde. Com um grupo de produtores orgânicos, será organizada, no dia 10 de dezembro, a “Dégustation du Fonio a l'Orphelinat Filles de Ampo”: degustação de plantas indígenas como a moringa (planta com virtudes nutritivas usada para o combate à malnutrição) e o fônio (considerado o mais antigo cereal da África ocidental).

Na Argentina, o Convivium de Buenos Aires também vai comemorar o Dia de Terra Madre Para Todos, cozinhando pratos da tradição local preparados em alguns restaurantes da cidade, e distribuídos para as pessoas sem moradia, e aos que vivem na pobreza.

O Slow Food Ria, na Letônia, responde com uma iniciativa que combina atividades educacionais e beneficentes. Com o Family Sensation, os agricultores oferecem aos alunos das escolas primárias os ingredientes necessários para a torta de maçã tradicional, que as crianças preparam com a ajuda de alguns cozinheiros. Uma vez prontas, as tortas serão oferecidas aos órfãos de Jekabpilsa, junto com livros, roupas e tudo aquilo que os alunos terão coletado durante a semana beneficente.

No sul da Alemanha, em Hohenheim, bairro de Plieningen, cidadezinha do distrito de Stuttgard, no dia 10 de dezembro vai ser comemorado “The Right to Food Day”. O mercado camponês market@hohenheim, que reúne cultivadores orgânicos e biodinâmicos, por ocasião do evento, vai organizar um Eat-In (encontro convivial durante o qual cada convidado leva um prato preparado em casa), que será apresentado pelo Secretário Geral do Food-First International Action Network.

Outros eventos terão como tema principal a defesa dos saberes tradicionais e da biodiversidade. Na Indonésia, o Wild Food Festival vai celebrar a cultura culinária das aldeias da Ilha de Java, oferecendo degustações de pratos preparados pelas mulheres, que são as guardiãs das técnicas de preparação, dos conhecimentos sobre sazonalidade e gastronomia, que hoje em dia correm o risco de se perderem.

The Bread, Wine and Cheese vai ser organizado no Mercado da Terra de Hamra, em Beirute. Vai ser apresentado ao público o patrimônio da agrobiodiversidade local ameaçado de extinção pelo sistema alimentar globalizado, oferecendo o pão tradicional libanês, preparado com 20 variedades de trigo. Tudo vai ser acompanhado com vinho e queijos dos produtores locais.

No Quênia, o Traditional Seed Fair reúne agricultores e produtores de pequena escala que colocam à venda sementes tradicionais trocando informações sobre o patrimônio de biodiversidade do país.

No Caribe, na capital de Trindade e Tobago, organiza-se um Eat-In durante o qual vai ser lançada a campanha “cultivar local, comprar local, comer local”, em colaboração com o Governo nacional.


Saiba mais! Venha descobrir os eventos do Terra Madre Day cadastrados até hoje e viste o nosso mapa interativo:
http://www.slowfood.it/terramadreday/pagine/ita/mappa.lasso